O que visitar em Florença

09.11.2017

Em todo o mundo é conhecida como "o berço do Renascimento". Florença, capital da Toscana, é uma das metas favoritas entre os turistas. Importante cidade Universitária e Patrimônio Mundial da UNESCO, Florença é considerada o berço do Renascimento é um dos berços da arte e da arquitetura, reconhecida como uma das mais belas cidades do mundo, graças aos seus numerosos monumentos e museus - incluindo o Duomo, Santa Croce, a Galeria Uffizi, a Ponte Vecchio, Piazza della Signoria e Palazzo Pitti. 

Sete lugares imperdíveis para você visitar quando estiver em Florença: 

Ponte Vecchio (Ponte Velha) 

Símbolo da cidade, como diz o nome é a ponte mais antiga da cidade e cruza o rio Arno em seu ponto mais estreito. E 'um dos lugares mais fotografados da cidade. Atravessá-la você poderá descobrir os mais famosos ourives da cidade, mas até o final do século XVI foram os açougueiros que dominaram a ponte. Por cima da ponte podemos observar um verdadeiro "Percurso do Principe", ou seja, o Corredor Vasariano enquanto da outra parte da ponte podemos admirar o monumento com o busto de Benvenuto Cellini, o famoso escultor (e ourives) Florentino, feito por Raffaello Romanelli e inaugurado 26 de maio de 1901. 

Galleria degli Uffizi 

A Galleria degli Uffizi em Florença é um dos mais importantes museus italianos, e um dos maiores e mais conhecidos no mundo. Esteja preparado para longas filas em qualquer dia do ano, porque nela o Uffizi abriga uma das maiores coleções de obras de arte provenientes principalmente das coleções dos Medicis, enriquecida ao longo dos séculos pelos legados, doações e trocas, - com destaque para um grupo chave de obras religiosas derivadas de supressão de mosteiros e conventos nos séculos XVIII e XIX. Dentro dele está hospedado algumas das maiores obras-primas da humanidade, feito por artistas que vão de Cimabue a Caravaggio, através de Giotto, Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael, Botticelli, Mantegna, Ticiano, Parmigianino, Dürer, Rubens, Rembrandt, Canaletto, etc. 

Pulo do gato: Para evitar longas filas de espera, é recomendável reservar os bilhetes de entrada com antecedência. 

Catedral de Santa Maria del Fiore e Batistério 

A igreja de Santa Maria del Fiore é a catedral de Florença; é a quinta (há controvérsias! Segundo os florentinos ela è a quarta!) maior igreja da Europa depois Basílica de São Pedro, a Catedral de St. Paul, em Londres, a Catedral de Sevilha e Catedral de Milão. Famosa por sua cúpula, a maior já construída em alvenaria, é a mais bonita da cidade. O início da construção de Santa Mari del Fiore é datado no ano de 1296 e o arquiteto foi Arnalfo di Cambio. Em seguida, não deixe de visitar o Batistério de São João, um dos edifícios mais antigos de Florença com suas portas magníficas representando cenas da Bíblia. 

Santa Maria Novella 

A basílica é uma das igrejas mais importantes de Florença e fica localizada na praça que recebe o mesmo nome. No interior de Santa Maria Novella são preservadas importantes obras de arte, tais como os afrescos de Masaccio, Filippino Lippi e Domenico Ghirlandaio, além do famoso crucifixo de Brunelleschi. A parte superior da fachada e o portal são obras-primas de harmonia e de raciocínio de Leon Battista Alberti. 

Santo Espírito 

A Igreja de Santo Espírito é um obra do século XV de Brunelleschi, embora tenha sido concluída pelos seus assistentes. No interior da Basilica você poderá admirar o crucifixo de Michelangelo.

Santa Croce

A maior igreja franciscana de Florença, obra do arquiteto Arnolfo de Cambio. Conhecida mundialmente por ser o "Pantheon da Eterna Glória", hospeda os tumulos dos grandes persongens florentinos, como Michelangelo, Maquiavel, Galileo, Vasaria, Rossini, Leonardo Bruni,entre outros. No seu interior poderemos admirar obras de Giotto, Taddeo Gaddi, Donatello, além da Capella Pazzi, considerada um poema geométrico do arquiteto Brunelleschi.

Galleria dell'Accademia

Vir a Florença e não conhecer o David original de Michelangelo é como ir a Roma e não ver o Papa. Além do David, o museu conserva obras de pintores como Pontormo, Botticelli, Lippi, Perugino, Allori, Bronzino entre outros. No museu poderemos admirar outras obras de Michelangelo como os Prisioneiros, São Mateus e a Pietà Palestrina. Não deixar de visitar a preciosa coleção de instrumentos musicais.

Pulo do gato: Para evitar longas filas de espera, é recomendável reservar os bilhetes de entrada com antecedência.

Procurando uma guia de turismo brasileira em Florença? Fale com a gente e reserve agora a sua visita em Florença!