Florença: F-light 2017

09.12.2017

F-Lighit Florença: o festival das luzes ilumina o Natal de Florença De 8 de dezembro a 7 de janeiro de 2018:  Video-mapping, projeções, jogos de luzes, instalações e atividades educativas e culturais para iluminar o Natal de Florença.

Durante um mês uma nova luz iluminará os monumentos e praças da cidade. O evento acontecerá em mais de 15 lugares, espalhados no centro histórico da cidade.

O Festival, como de costume, iniciou com a iluminação da grande árvore de Natal em 8 de dezembro na Piazza Duomo: a partir desse momento, começou simbolicamente as festas de Natal na cidade.

Este ano, o tema da manifestação será a palavra fronteiras, que deve ser entendida como horizonte e limite, no sentido físico e metafísico. A luz, de fato, ilumina novos cenários científicos, mas também cultural, social e geopolítico, abrindo novas visões e nos ensinando o quanto do passado ainda precisa ser descoberto e valorizado. A nova fronteira, não é somente uma projeção do que está distante, mas também algo associado ao futuro.

Video-mapping na Ponte Vecchio

Na edição deste ano, o video-mapping na Ponte Vecchio abordará o tema da migração. O objetivo é concentrar a atenção na crise global dos refugiados, especialmente nas principais emergências e no impacto que têm nos países de acolhimento. O projeto é implementado pelo IED, o Instituto Europeu de Design.

A Torre de Arnolfo (Torre do Palazzo Vecchio)

A Torre de Arnolfo será iluminada pelos 17 objetivos globais de desenvolvimento sustentável que os países do mundo se comprometeram a atingir. Neste caso, a fronteira é um horizonte: o ano 2030, em que os objetivos terão que ser alcançados. Os principais objetivos são: acabar com a pobreza e a fome, reduzir o aquecimento global e a pressão humana sobre a natureza e garantir prosperidade e paz. 

A luz de Florença pedirá a todos que se comprometam com um futuro melhor. A iniciativa é promovida pela Terna em colaboração com a Global Compact Network Italia.

A Câmera de Comércio de Florença

A Câmara de Comércio será o cenário natural para uma reflexão sobre as principais questões econômicas e trabalhistas: um video-mapping será exibido na fachada Câmera e narrará com uma cascata de letras e números a história da Câmara de Comércio de Florença, desde raízes históricas até objetivos futuros. As projeções serão acompanhadas por uma iluminação especial na fachada Lungarno Diaz: um evento que durará até 9 de janeiro, o dia de inauguração do Palazzo.

O F-Light iluminará também a fachada da Basílica Santo Spirito no Oltrarno, a Torre de San Nicoló, o Palazzo Medici-Riccardi, o Mercato Nuovo, conhecido como o Mercado da Palha ou Mercado do Porcellino, Museu Novecento, a Basilica de San Lorenzo, Mercato Centrale, etc.